mar 28
Purificador de água Europa com filtro

Da série divindades da água: as sereias.

Das incríveis criaturas que habitam o universo de fantasia do reino das águas, as sereias são certamente uma das mais conhecidas. Normalmente descritas como lindas mulheres com cabeça e torso humanos e cauda de peixe, poucas pessoas sabem que na origem grega da mitologia das sereias, elas eram monstros com corpo de pássaro e cabeça humana. Isso mesmo, um pássaro.

Na mitologia grega, as sereias eram as 3 filhas do Deus Aquelôo e da Musa Calíope, e ao competirem com as Musas para ver quem tinha a voz mais harmoniosa e bonita, foram castigadas sendo transformadas em monstros com corpo de pássaro e cabeça humana. A única beleza que conservaram foi a linda voz, que usavam para atormentar e enganar os marinheiros, que enfeitiçados com a voz das sereias, se atiravam ao mar e se afogavam. Mas então por que será que nós conhecemos as sereias como criaturas que são metade peixe e metade mulher?

A explicação pode ser encontrada no fato de que, na verdade, existem 2 mitos diferentes que utilizam o mesmo nome aqui no Brasil. Nos Estados Unidos, por exemplo, existem 2 palavras: as Sirens  seriam as mulheres-pássaro da mitologia grega e as Mermaids seriam as criaturas metade mulher e metade peixe. Mesmo com duas palavras, lá os dois mitos também são muito misturados e confundidos. No Brasil, as sirenas são definidas como sendo exatamente a mesma coisa que as sereias e a sereia mais famosa para os brasileiros é a Iara (ou Mãe d’água), que vive nos rios e não nos mares.

Esse segundo mito, que originou o termo Sereia (Mermaid) e que é a versão mais moderna, descende da antiga mitologia babilônica, onde existia a Deusa Atargatis, Deusa da fertilidade e do mar, que se apaixonou por um mortal. Quando ele morreu, ela se jogou ao oceano com a esperança de se tornar um peixe, mas o oceano não conseguiu transformá-la completamente, tornando-se então metade Deusa e metade peixe.

Tanto as sirenas quanto as sereias são criaturas incríveis e muito temidas. Ambas têm talentos musicais; as sirenas cantam e tocam flauta e lira, enquanto as sereias dependem apenas de suas vozes. As sereias também são vistas como símbolo de vaidade, muitas vezes representadas com pentes e espelhos nas mãos. Sobre esses seres com inteligência humana, porém sem alma, a mitologia também conta que as sereias podem provocar e acalmar tempestades de acordo com sua vontade e que, assim como a Esfinge, elas podem levar homens a armadilhas, propondo difíceis enigmas.

Existem diversas outras lendas de sereias que derivam desses dois mitos originais, assim como filmes, desenhos animados, músicas, peças teatrais, obras de arte, entre outras expressões populares e artísticas. A sereia faz parte do imaginário do fantástico mundo das águas e as suas histórias são contadas por todo o mundo!

 

 

purificador de água gelada com filtro Europa